quarta-feira, 27 de abril de 2016

TRANSANDO COM A MINHA ALMA

Transando com a minha alma
Vontade de viver cada preliminar
Gozando com força
Aquilo que me traz alegria


A cada segundo com sua magia
Entrando no meu corpo
Suas mãos atenuantes
Escorregando na sua pele

O meu sonho de te segurar
De ter você envolta da minha vida
Penetrando a minha coragem
Exercida com muita vontade de te beijar


Penetrando aquele sorriso em ambos os lados
Paralelamente aquilo que te faz sobreviver
Ao centro da sua valiosa saudade

Subindo devagar
Ao som das estrelas
Uivando cada sentido paliativo

Querendo penetrar aquilo que nunca foi conseguido
Olhando no fundo dos teus olhos
Aquilo que você queria
Aquilo que te faz borbulhar

Chupando cada lugar ao sol
Sem névoas
Nem trevas
Apenas na esperança de ter


 A cada suspiro
 A cada respiração
 A cada imaginação

Gritando de amor
Amando cada momento junto
Penetrando tudo aquilo que um dia
De sua vida você quis penetrar

Vontade não me basta
Vida não me trai

Gozando na alegria que terei em súbita energia
Para o sempre será
Vida de beijos pairando no seu cangote
Driblando cada gesto em seu eterno factoide central

O amor paira no ar,
Na alma
No fim do começo de nossas vidas
Aquilo que eu sempre quis lhe dar

O amor que não começou
Mas que aquilo que eu senti
Não era de mentira
Naquela cama de orgasmos

Tirando o que você sabe fazer de melhor
Amando quem você ama de verdade
Não é nem  por caridade
É realmente o que você veio para fazer aqui

A certeza de que tenho
É tanta imaginação profunda
Na eternidade de nosso lar

Beijando até ficar molhadinha
A grande verdade é essa
Depois de um cigarro
Tudo que eu preso

É estar nas nuvens do meu grande arquiteto
Com sua companhia para aquele sexo bem gostoso
Cheio de coração para o amor infinito
Que sinto a cada penetração que você faz em meus pensamentos....





quinta-feira, 14 de abril de 2016

MULHER QUE FUMA É SEXY SEM SER VULGAR

Clara é uma menina de 14 anos muito esperta para á idade, é linda demais, loira de olhos verdes, com seus cabelos compridos e bem cuidados.
Ela amava comer balas de todos tipos, sempre andava com balas na sua bolsa.
Era uma garota meiga, um pouco tímida, mas adorável por todos seus amigos.
Além de amar balas, amava chocolate, quem que não ama chocolate!!!
Na sua bolsa, sempre tinha chocolate e balas, sempre lotada!
Sabe como é adolescente, quer experimentar tudo!!
Então, seus amigos que na maioria são um pouco mais velhos na média de 16 anos.
Seus amigos estavam bebendo cerveja, dando risadas, enquanto Clara ficava só nos chocolates e balas.
Eis que de tanto insistirem, ela provou cerveja e detestou, achou horrível e preferiu continuar com o que ela amava e se sentia bem.
E seus amigos também fumavam, quase todos, eram 4 amigas e 1 amigo, apenas uma de suas amigas que não fumava.
Depois de muitos dos seus amigos insistirem que ela experimentasse, ela acabou sedendo.
Mas ela não curtiu muito fumar, mas também não odiou.
Um certo dia, Clara saiu com seus amigos e todos deram bolo, menos uma, aquela que não fumava que era toda certinha.
Mesmo assim, ela saiu com essa amiga,a Isabelle, elas curtiram o dia, mas só que a Isabelle, veio com um cigarro e dizia que queria experimentar,tinha roubado de sua mãe e queria fumar junto com a Clara.
Clara estranhou porque ela era a única não fumante da turma, mas ela atendeu o pedido de sua amiga.
Isabele disse que acha ela muito gostosa, linda e que queria ter esse momento com ela, fumando e que quando ela viu fumando com seus amigos, sentiu tesão enorme por ela, mas preferiu deixar esse momento só com ela.
E foi maravilho, em cada tragada, uma olhando para outra, parecia filme de tão excitante.
Depois desse dia, Clara estava decidida que ia ser fumante que ia contar para sua mãe, sem ter que fazer  algo escondida algo que ela amava.
Sua mãe ficou feliz em saber que ela confiava nela e por ter contado e não fazer nada escondido, e sua mãe até deu 2 maços de cigarros, até fumaram  um cigarro juntas e felizes, seu pai morreu cedo, então sua mãe, ficou com os olhos mareados de felicidade por ter uma companhia para fumar.
Os anos foram passando, Clara pegando várias mulheres e que inclusive pegou uma que mora em Curitiba que veio para sampa á passeio que se chamava Gabriela C. que também era fumante e muito gata, foi demais esse dia.
Clara já estava ficando mais velha, com seus 20 anos e fumando dois maços e meio por dia, comendo 1 k de bala e 10 barras de chocolate sem engordar uma grama sequer.
Tomava suco, água, refrigerante, mas não tomava nada alcoólico.
Clara continuava pegando só mulheres e até chegou a namorar uma linda maravilhosa, mas por brigas e muitas discussões,elas terminaram.
Com 21 anos, ela já se sentia a mulher, não sentia como adolescente.
Um certo dia, Clara começou a passar mal, muito mal!!
Estava em casa por sorte e sua mãe a levou para o hospital.
Chegando no hospital, Clara foi medicada e estava acompanhada com sua mãe.
Fez vários exames e foi constatada que ela tinha uma alergia em uma das substâncias que ela consumia exageradamente e tinha que parar, senão ela morria, não tinha mais jeito, ou ela parava de vez, ou morria.
Quando a médica adentrou para dar a notícia para Clara e sua mãe, ela foi bem clara disse que ela tinha que parar de vez, nunca mais colocar na boca porque ela ia morrer por ter adquirido a alergia muito forte.
Clara estava desesperada, não queria de maneira nenhuma para de fumar, algo que ela amava demais da conta e também não queria para de comer seus chocolates e suas balas.
Mas se fosse para escolher uma, ela escolheria para com os chocolates, por que da bala e do cigarro ela não abria mão.
A doutora que atendeu Clara, era linda também, loira com seus 35 anos aproximadamente, disse para Clara que ela tinha que parar com as balas. Explicou que ela adquiriu uma alergia muito incomum, mas que era mortal, com isso ela teria que parar ou morrer.
Clara, quando ouviu que eram as balas que ela nunca mais poderia comer, entrou em pânico, era seu segundo amor, o primeiro era o cigarro. Ficou até mais aliviada por não ter que parar de fumar e que nesse caso, ela preferiria morrer fumando,do que nunca mais poder acender um cigarro.
Como ela já estava de alta, ela queria fumar e até chamou a doutora para fumar junto com ela, e que também fumava, mesmo sendo médica.
Elas foram fumar numa área que podia fora do hospital e que também era o descanso da doutora.
E não é que Clara, ficou com ela, sim, elas se beijaram,, aquele gosto de nicotina na boca, foi excitante para as duas, mas sua mãe acabou vendo a cena e não disse nada
Depois de terem fumado um cigarro juntas,quero dizer, terem ficado, Clara e sua mãe foram embora para casa e passaram na padaria, para comprar mais cigarros.
Chegando em casa, sua mãe aproveitou e foi pegar todas as balas que estavam espalhadas pela casa,enquanto Clara ficou sentada no sofá fumando esperando sua mãe para fazer companhia.
Depois que sua mãe "jogou" fora as balas( ela deu para 3 crianças que estavam na rua) ela sentou-se junto com sua filha, acendeu um cigarro e perguntou para sua filha, e ai, filha, você pegou mesmo a doutora! Não é verdade?
Clara, por sua vez nem exitou em dizer, peguei mesmo, mãe e ela acabou de mandar um zap para marcarmos de nos se ver.
Sua mãe toda orgulhosa de sua filha, agora longe da alergia, e com uma namorada talvez linda maravilhosa e ainda por cima é médica.
No dia seguinte, Clara saiu com a médica Ana Paula, e foi maravilhoso, comeram , tomaram suco,fumaram horrores, e transaram muito, Clara chupando muito sua amada.
Depois de muitos encontros, elas resolveram namorar sério, e esse relacionamento durou por 8 meses, dois meses antes dela completar 22 anos.
Terminou por causa que Ana Paula foi promovida e teve que ir para outro estado, esse foi o motivo da separação.
Clara ficou triste, lógico, gostava muito da doutora, que fazia um oral divino.
Mas a choradeira dela não durou muito, para animar, sua mãe a chamou para ir ao supermercado para comprar refrigerantes ,sucos e alguma coisa para comer.
Clara se animou e foi com sua mãe.
Fizeram as compras e quando chegaram no caixa, tinha uma mulher na frente com apenas uma coca cola de 2 litros, quando elas começaram a colocar as compras na esteira, Clara percebeu que conhecia de algum lugar, mas logo lembrou que era o seu grande amor, a Isabelle,
Que quando viu logo se abraçaram e deram um selinho.
A mãe de Clara, aproveitou e convidou Isabelle, para ir em casa, e Clara toda feliz com aqueles olhos de que o amor da vida dela estava lá.
Isa, por sua vez disse que ia sim, mas que precisaria dizer algo muito importante para sua amada e também que precisaria comprar cigarros, que os dela tinham acabado.
Clara disse que não precisava comprar cigarros, porque tinham quatro pacotes em casa de marlboro , por isso ela não precisa comprar.
As três colocaram as compras no carro e foram embora para casa.
Chegando em casa, Clara e Isabele, já fumaram 1 maço juntas e estavam de barriga cheia e cheias de amor para dar e com muito tesão pela outra.
Sua mãe estava muito cansada, então subiu para dormir deixando- as as sós.
Então, elas começaram a se beijar e o tesão era tão grande que começaram a se despir e foram subindo para o quarto dela.
Ambas estavam prontinhas para aquele sexo animal, foi aquela linguada pra lá, aquela dedada, foi só loucuras de amor.
Depois do sexo, elas deitadas, acenderam um cigarro para relaxar e que ia ter mais sexo depois, ficaram olhando uma para outra e a cada tragada um olhar, a cada suspirada uma tragada,acabou dando fome em Clara, também depois de um sexo animal que foi, tinha que dar fome.Clara então, lembrou que tinha uma barra de chocolate na gaveta da sua escrivaninha e viu que tinha uma bala ali sobrando, mas acabou deixando no mesmo lugar e pegou o chocolate para devorar e dividir com o seu amor.
Clara, comeu quase toda a barra de chocolate e como ela já estava saciada, seu tesão voltou e colocou o dedo lambuzado com chocolate na boca de sua amada, fazendo-a chupar seu dedo.
Ela chupou bem gostoso,mas só que disse a sua amada que algo que ela tinha para falar com ela era que ela é alérgica á chocolate, não deu tempo para mais nada, seu grande amor, morreu ali ao seu lado, e Clara toda desesperada, chorando muito e tentando animá-la com beijos e nada de responder, já estava morta, Clara, então foi até sua escrivaninha, pegou aquela bala e colocou em sua boca, morrendo em fim ao lado de quem ela amava muito.
(FIM)


quinta-feira, 7 de abril de 2016

NÃO SABIA MAIS O QUE ESCREVER PARA VOCÊ

Eu sempre quis subir casas decimais
Sempre quis ler jornais
Mas depois de tudo que aconteceu
Você desapareceu !!!
Que triste essa vida!!
Sem comida

Sem porcentagens
Mas o que eram aquelas mensagens ?
O que eu te fiz?

Mas eu aqui de boa
Sem ter a minha coroa
Sou assim, sou diva!!!
E sua vida !! Como anda??
Fazendo polichinelo!!

Para com isso!! saia desse elo
Sem volta e que não existe

Se toca!!!
Eu não sou escola
Não sou nada demais
Não faça isso com você,sem querer!
jamais


Sofrer sozinha !! para com isso!!!!
Mas enquanto isso!!
Você chora,diz que é só minha amiga!!
Mas no fundo quer ser minha namorada!!


Eu sei que você volta!!
Nos meus braços

Mas como assim?
E os homens á minha volta!!!?
São muitos e eu adoro
Mas preferiria estar com você


Beijando, amando
Escrevendo sua vida
Como eu sempre sonhei
Fumar aquele cigarro

Soltando aquela fumaça
Deliciosa
Deitar no seu colo

Andar de mãos dadas
Passeando no shopping
Indo á museus
Teatro , cinema

Sem aquela coisa chata
Que é o sexo, saca?
Temos coisas melhores para fazer


Assistir filmes
Jogar aquela partida de vídeo game
Te beijar,
Beijar muito!!!!


Sentimento é aquilo que se colhe
Aquilo que se planeja
Estar com alguém que se ama
Que te olhe no fundo de sua alma


Para que possamos ser um casal
Feliz , de bem com á vida
Fazendo doces para adocicar a nossa vida curta
E mais que merecida felicidade



quarta-feira, 6 de abril de 2016

EU NÃO QUERO SABER

Eu não quero te ver sofrendo
Com sua voz comumente
Eu sei!!
Escreverei coisas sem sentido,sim!!!!

Se você soubesse quando eu sofro
Do declínio até o inferno paraíso
O  declínio das minhas postagens
Isso é uma lástima!!!

Mas é minha culpa
Eu sei disso!!
Sou muito culpada!!


Por sonhar dormindo e acordada
Sofrendo por ela estar com outro alguém
Bem complicado
E muitas vezes me cega!!

Mas eu não posso mentir para o meu coração
E deixando levar para o inferno
Te vendo com outro alguém

E ao mesmo tempo sonhando com você
Estou no paraíso!!!
Mas o que adianta!!

Sonhar com isso
E não ter o que meu coração quer
Aquilo que me garganta pede
Seca até demais !!!

Até depois de muita coca cola
Fico aqui apenas observando!!!

Observando meus olhos sem ação
Podem fazer com uma simples gesto de amor
Contando cada palavra assistida em tua voz
Contornando a minha culpa


Por ser tímida
Timidez é uma merda mesmo, não é ?
Só faz com que não conseguimos subir na emoção
O que eu mais queria era uma bela chave

A chave para o paraíso natural
Estando com você em carne e osso
Sem precisar sonhar aquilo que eu sempre quis

Beijar muito na sua boca
Um paraíso verdadeiro
Sem ficar só no sonho

Sem sexo para fazer
Amar para sempre
Assistir séries
Desenhos animados

O que importa é estar com você
Maquiando o meu rosto com suas mãos
Me mostrando aquilo que eu posso seguir
E que vai me amar sendo o que eu sou
Por dentro e por fora

Amar é tão difícil
Mas é lindo demais
Quando se é correspondido

Mas minha vida é com você
Escrevendo textos juntas
Meu tesão por você é beijar
Sentir seu cheiro

Fumar vários cigarros
Deixando as bitucas com marcas de batom
Cinzeiros cheios

Deixa eu seguir meu coração
Não preciso seguir nenhum autor literário
Para saber escrever
Apenas escrevo com minha alma

Sem seguir nenhum paradigma
Sigo meu coração
Meu estilo próprio de ser

Sou assim, faço liberdade com minhas palavras
Jogadas ao vento da minha alma
Levadas para dendro de sua alma
Aquela que foi a escolhida para adentrar
Meus pensamentos e babaquices artificias

Faça ser aquilo sem sofrer
Sofrer sem culpa
Sem qualquer propriedade
Sem qualquer regra
Ser apenas você, sem ser engessada
Pela literatura do nosso amor!!!


SUBINDO O AMOR

Fumar,  Beber,  ir para balada Beber até cair ou fumar até abrir Beijar um homem Seu sonho é ser feliz Fazendo sua liberdade... Eu amo assi...